A Zebra Technologies Anuncia os Resultados Financeiros do Segundo Trimestre de 2015

Forte crescimento nas vendas e execução influenciam os resultados do segundo trimestre

LINCOLNSHIRE, Ill., 11 de agosto de 2015 ─ A Zebra Technologies Corporation (NASDAQ: ZBRA) informou hoje que as vendas líquidas para os três meses terminados em 4 de julho de 2015 foram de US$ 889,8 milhões, em comparação com US$ 288,4 milhões no segundo trimestre de 2014. O prejuízo líquido conforme GAAP para o segundo trimestre foi de US$ 76,3 milhões, ou US$ 1,50 por ação, em comparação com o lucro líquido conforme GAAP de US$ 27,6 milhões, ou US$ 0,54 por ação diluída no segundo trimestre de 2014.  

Desempenho Financeiro Resumido (Não Auditado)

US$ milhões, exceto dados por ação

T2-15

T2-14

Alterar

Vendas líquidas GAAP

     US$  889,8

    US$  288,4

        208,5%

Margem bruta (%)

          44,2

          49,3

        (5,1) pts.

 

 

 

 

Lucro (prejuízo) líquido GAAP

     US$  (76,3)

    US$    27,6

            NM

Lucro (prejuízo) GAAP por ação

     US$  (1,50)

    US$    0,54

            NM

 

 

 

 

Receita líquida Não GAAP

     US$   53,3

    US$    47,0

          13,5%

Ganhos não GAAP por ação

     US$   1,05

    US$    0,92

          14,1%

 

 

 

 

EBITDA Ajustado

     US$ 131,5

    US$    67,0

          96,5%


Nota: As reconciliações de resultados financeiros GAAP e não GAAP estão disponíveis nas tabelas financeiras neste informe.

Resultados financeiros não GAAP (não auditados)

Para o segundo trimestre de 2015, a receita líquida não GAAP foi de US$ 53,30 milhões, ou US$ 1,05 por ação, em comparação com US$ 47,0 milhões, ou US$ 0,92 por ação diluída no segundo trimestre de 2014. O EBITDA ajustado para o segundo trimestre de 2015 foi de US$ 131,5 milhões, contra US$ 67,0 milhões para o segundo trimestre de 2014. O cálculo de resultados não GAAP da empresa faz o ajuste de certos itens com base em realizado de impostos, incluindo despesas com remuneração baseada em ações, custos de aquisição e integração, custos de saída e reestruturação, ajustes contábeis de compra, amortização de bens intangíveis e lucros e perdas com câmbio. Consulte as tabelas incluídas neste press-relesase para obter as reconciliações de resultados financeiros GAAP e não GAAP.

"Enquanto continuamos a executar nossa estratégia como Uma Zebra, a demanda global de computação móvel, digitalização e impressão apoiam um crescimento de vendas de primeira linha para o trimestre", disse Anders Gustafsson, CEO da Zebra. "Com um portfólio líder da indústria e a colaboração íntima com parceiros de canais e usuários finais, continuamos a nos diferenciar com soluções inovadoras que ajudam os clientes a ganhar mais visibilidade em suas operações e a atingir níveis mais altos de crescimento, eficiência e serviços."

Discussão e Análise – Segundo Trimestre

  • Vendas líquidas de US$ 889,8 milhões, incluindo uma redução de US$ 4,4 milhões para um ajuste contábil de compras relativo a contratos de serviços adquiridos com a divisão Enterprise, aumentaram 208,5% em comparação com o trimestre equivalente um ano atrás. A divisão Enterprise adquirida da Motorola Solutions foi responsável por US$ 573,4 milhões em vendas no trimestre, excluindo o ajuste contábil de compra indicado acima. As vendas da antiga Zebra foram de US$ 320,8 milhões, um crescimento de 11,2% em relação aos US$ 288,4 milhões no segundo trimestre de 2014. O efeito de movimentos em moeda estrangeira, líquido de operações de hedge, reduziu as vendas da antiga Zebra em US$ 9,7 milhões. 
  • A margem líquida para o segundo trimestre de 2015, de 44,2% inclui um aumento de custos de vendas associado com ajustes contábeis de compra, custos associados à mudança de marca de produtos Motorola e outros custos insperados. Os ajustes contábeis da compra e outros fatores de custo impactaram negativamente a porcentagem de margem bruta em aproximadamente 1,1 ponto percentual. Comparado com a margem bruta de 49,3% no segundo trimestre de 2014, a porcentagem de margem bruta reflete também uma mudança no mix associado com a venda de produtos Enterprise, que em geral têm uma margem bruta menor do que os produtos da Zebra antes da transação, e o impacto de movimentações em moeda estrangeiro, líquido de operações de hedge.
  • As despesas operacionais para o segundo trimestre de 2015, de US$ 406,7 milhões, aumentaram US$ 297,6 milhões em relação ao segundo trimestre do ano anterior, principalmente como resultado da aquisição da Enterprise. As despesas operacionais para o segundo trimestre de 2015 incluem US$ 49,1 milhões em custos de aquisição, integração, saída e reestruturação, em comparação com US$ 20,7 milhões no ano anterior, bem como US$ 63,7 milhões em amortização de ativos intangíveis, em comparação com US$ 2,7 milhões no segundo trimestre de 2014.
  • A empresa obteve um ganho em moeda estrangeira de US$ 11,3 milhões relativo a mudança na avaliação de ativos monetários líquidos. Além disso, uma perda líquida em swaps de taxas de juros futuras de US$ 1,7 milhões reflita a mudança na taxa de juros.  A receita de investimentos foi de US$ 1,6 milhões.
  • As despesas com juros, de US$ 49,3 milhões estão relacionadas com o financiamento da dívida para a aquisição da divisão Enterprise da Motorola Solutions, e inclui US$ 5,1 milhões em amortização de custos de emissão de dívida e desconto.
  • Os repagamentos da dívida no trimestre foram de US$ 80 milhões, levando os repagamentos totais no ano até a data a US$ 130 milhões.
  • Em 4 de julho de 2015, a empresa tinha caixa de US$ 204,9 milhões, contas a receber de US$ 631,1 milhões, estoques de US$ 404,5 milhões e dívidas de longo prazo de US$ 3,0 bilhões.

Previsão do Terceiro Trimestre

A empresa espera que as vendas líquidas no terceiro trimestre de 2015 estejam entre US$ 900 milhões e US$ 930 milhões. Esta previsão reflete a expectativa de crescimento anual de 4% a 7% em moeda constante, com base no histórico estimado. Espera-se que os ganhos não GAAP diluídos fiquem na faixa de US$ 1,10 e US$ 1,35 por ação. O EBITDA ajustado está previsto em uma faixa de US$ 135 milhões a US$ 150 milhões. 

Notificação de teleconferência

Os investidores estão convidados a ouvir um webcast ao vivo de uma teleconferência da Zebra onde são discutidos os resultados financeiros do segundo trimestre de 2015. A teleconferência será às 8:30 hoje, hora do leste dos Estados Unidos. Para ouvir a conferência, visite o site da empresa em http://www.zebra.com.

Previsões

Este comunicado à imprensa contém declarações previsivas, conforme definido no Private Securities Litigation Reform Act de 1995, incluindo, sem limitações, as declarações relativas à previsão financeira da empresa para o terceiro trimestre de 2015 no parágrafo acima, intitulado "Previsão do Terceiro Trimestre". Da mesma forma, declarações aqui que descrevem a transação entre a Zebra e a Motorola Solutions, incluindo seu impacto financeiro e outras declarações de crenças, intenções ou objetivos da gerência são também declarações previsivas. Quando usadas neste comunicado e em documentos mencionados, as palavras "prever", "acreditar", "estimar" e "esperar", e outras expressões similares, usadas em relação à empresa e à sua administração, pretendem identificar essas declarações previsivas, mas não são a única maneira de identificar tais declarações. Os resultados reais podem diferir dos expressos ou implícitos nas declarações previsivas da empresa. Essas declarações representam estimativas da data em que foram feitas. A Zebra não assume qualquer obrigação, a não ser que seja exigida por lei, de atualizar ou rever publicamente qualquer declaração previsiva, seja em resultado de novas informações, eventos futuros, alteração nas circunstâncias ou qualquer outra razão após a data deste comunicado.

Essas declarações previsivas baseiam-se em espectativas, previsões e suposições atuais e estão sujeitas a riscos e incertezas inerentes à indústria, às condições de mercado, às condições econômicas domésticas e internacionais em geral, e a outros fatores. Esses fatores incluem a aceitação pelos clientes dos produtos de hardware e software da Zebra e as ofertas de produtos dos concorrentes, e os possíveis efeitos de mudanças tecnológicas. A incerteza continuada das condições econômicas globais futuras, a disponibilidade de crédito, a volatilidade dos mercados de capitais podem afetar adversamente a Zebra, seus fornecedores e clientes. Além disso, uma interrupção em nossa capacidade de obter produtos de fornecedores como resultado de limitações da cadeia de fornecimento, desastres naturais ou outras circunstâncias poderiam restringir as vendas e afetar negativamente o relacionamento com os clientes. Os lucros e a lucratividade serão afetados pela capacidade da Zebra controlar os custos de manufatura e operação. Devido a sua dívida, as taxas de juros e as condições do mercado financeiro também terão impacto nos resultados. As taxas de câmbio terão um efeito nos resultados financeiros devido ao grande percentual de vendas internacionais. O resultado de litígios em que a Zebra possa estar envolvida é outro fator. O sucesso da integração de aquisições, incluindo a divisão Enterprise da Motorola Solutions, pode também afetar a lucratividade, os resultados e a posição competitiva da empresa na indústria. Esses e outros fatores poderiam ter um efeito adverso sobre as vendas, as margens de lucro bruto e os resultados das operações, e aumentar a volatilidade de nossos resultados financeiros. As descrições dos riscos, incertezas e fatores que poderiam afetar as futuras operações e resultados da empresa podem ser encontrados nos documentos submetidos pela Zebra ao Securities and Exchange Commission. Especificamente, os leitores são remetidos ao Formulário 10-K da Zebra para o ano que terminou em 31 de dezembro de 2014.

Sobre a Zebra Technologies

A Zebra (NASDAQ: ZBRA) torna as empresas inteligentes e conectadas como o mundo em que vivemos. As soluções de rastreamento e visibilidade da Zebra transformam o físico em digital, criando os fluxos de dados de que as empresas precisam para simplificar as operações, saber mais sobre seus negócios e capacitar sua força de trabalho móvel. Para obter mais informações, visite www.zebra.com/possibilities.

Uso de Informações Financeiras Não GAAP

Este comunicado para a empresa contém certas medidas não GAAP, que consistem de “EBITDA,” “EBITDA Ajustado”, “Lucro Líquido Não GAAP” e “Lucro Não GAAP por ação”, além de medir o nosso desempenho operacional. A gerência apresenta essas medidas para se concentrar nas operações em andamento e acredita que elas são úteis para os investidores porque permitem que eles efetuem comparações significativas de resultados operacionais passados e presentes. A empresa acredita que é útil apresentar medidas financeiras não GAAP, que excluem certos itens significativos, como meio de compreender o desempenho de suas operações contínuas e como a gerência vê os negócios. As reconciliações de Lucro Operacional com EBITDA, EBITDA com EBITDA Ajustado e lucro líquido GAAP com lucro líquido Não GAAP estão incluídos nos dados financeiros contidos neste comunicado à imprensa. Essas medidas, no entanto, não devem ser consideradas como uma alternativa a nenhuma outra medida de desempenho determinada em conformidade com o GAAP.

Contato:                        

Investidores:
Dean Lindroth
Vice-presidente, Finance
Telefone: +1-847-793-5653
dlindroth@zebra.com

Mídia:
Therese Van Ryne
Diretora, Global PR and Industry Analyst Relations
Telefone: +1-847-370-2317 
therese.vanryne@zebra.com

Download do PDF completo.